quarta-feira, 20 de abril de 2011

O amor

é um estranho passarinho, canta sem ter pena e nasce sem ter ninho..


Lisbela e o Prisioneiro -

terça-feira, 5 de abril de 2011

Enfim, sem paz


um novo momento, mas não um novo eu. Talvez o problema, seja que já sei, sei  tudo o que quero, mas não sei como conseguir; pois os empeçílios são titanicamente grandes, ou abissalmente profundos, obscuros e frios... Mas o que importa, é que não há titã que não possa driblar com minha asa una e solo, e não há profundidade abissal que me desencoraje a sobrevoá-la, e rompê-la em peito, vento e pena, pois não há altitude que minha asa não me leve, e horizonte que meus aquilíneos olhos não enxerguem; não há nada que tão quente que derreta minha armadura de gelo, e nada tão frio que a desencandesça, pois minhas armadura é feita de gelo, transparentemente negro, e incandescente, de onde brota uma asa solitária à procura de um par... E quando findar a busca, lá permanecerei, junto às folhas caídas do outono, à neve do inverno, às perfumadas flores da primavera, e no vivo sol do verão; observando-a... Amando-a... E esperando pelo próximo voo, o próximo titã, o próximo abismo, e o próximo horizonte...

ADM - 20:41 - 05/04/2011

sábado, 19 de março de 2011

domingo, 13 de março de 2011

Bom,


resolvi tirar o post porque... Pra falar a verdade não tive muito bem um porque, e nem sei quais dos porques deveria ter usado até agora e provavelmente vou continuar usando o mesmo porque até o fim do post (: . Enfim, soube que o dito cujo não foi muito bem recebido de um lado quanto foi do outro, então né... outra coisa a muito me é questionada: Prepotência.

Prepotência: É um sentimento falso de superioridade, ou de auto afirmação, da pessoa que se acha superior às demais.

Sendo eu uma antítese, talvez possa realmente passar essa falsa impressão, o que quer dizer que talvez eu seja de fato, o contrário, ou não, ou pelo menos não mais, pois talvez até tenha sido, mas do que antes poderia ser descrito por um sentimento de quase inferioridade e falta de auto estima e afirmação, hoje já não resta o mínimo resquício; a aceitação do meu ser misantropo me despe desse sentimento de superioridade, e pra falar a verdade, no meu mundo monocromático, existem dois tipos de pessoas, as que eu amo, e as outras, não me acho melhor e nem pior que ninguém, quero que quase todas se fodam e que cuidem da própria vidinha medíocre ao invés de ficar cuidando da vida dos outros, em especial a minha.
Mas de toda forma, não creio que julgar, na minha, MINHA concepção certos atos infantis, não me torna superior aos ditos cujos sejam lá quem forem, e tenho plena consciência de que chamar alguém de criança ou qualquer outro sinonimo não me torna mais adulto e deixo bem claro que jamais me disse maior ou melhor do que ninguém, e sei muito bem reconhecer que preciso me aperfeiçoar constantemente em toda e qualquer coisa que eu faça ou venha a fazer. Sendo assim, passar bem. 

Mentira hsuahsuahsauhsauhsau fodam-se todos! ou melhor, só ou outros.

sábado, 12 de março de 2011

"Ninguém

nunca vai agradar a todos, então pare de tentar agradar a todos. Agrade só aqueles que você acha que merecem ser agradados e, se possível, desagrade ainda mais aqueles que você não gosta. Esse é o espírito troll."


Viva o Zanfaaa! \o/
Viva os Trolls! \o\
Viva o capinaremos! /o/

sexta-feira, 4 de março de 2011

A partir


de agora, amar-te-ei baixinho, deixarei em paz os passarinhos, pois já grito peito adentro, e não é preciso o mesmo peito afora, pra saberes que sempre a ti pertencerei.

ADM - 23:30 - 04/03/2011

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

"Foi

o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante."

Por: Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe